O empreendedorismo também é um veículo para a aprendizagem ao longo da vida. É um modo experiencial de educação. Os alunos aprendem fazendo. Trabalhando em equipe, os alunos criam soluções que se baseiam na experiência de campo, bem como na pesquisa. Os alunos resolvem problemas do mundo real e, ao longo do caminho, adquirem habilidades tais como a resolução criativa de problemas, pensamento crítico, comunicação, colaboração, cidadania e pesquisa. Mais especificamente, os alunos desenvolvem a habilidade de comunicação escrita, aprendem a conduzir pesquisas de mercado e interpretam análises qualitativas e quantitativas. Dependendo de como os problemas são formulados e abordados, a responsabilidade social também pode ser promovida.
Por que ensinar aos alunos habilidades empresariais? Taxas de rotatividade nos empregos são mais elevadas do que no passado. Muitos empregos deixarão de existir e outros tomarão o seu lugar. O mundo está em constante estado de fluxo e neste contexto, os alunos terão de pensar “fora da caixa” e desenvolver seus próprios projetos. Aprender com fracassos, superar obstáculos e perseverar são aspectos inerentes à realidade de um empreendedor e servem como um caminho para que os alunos aprendam a aprender.